Já conhece todos os benefícios do Mercado Livre de Energia, identificou que é um potencial consumidor e decidiu realizar a migração?

Agora, é preciso entender como negociar e assinar os contratos neste ambiente livre. É importante entender que dois contratos são assinados. um para o fornecimento com o gerador ou comercializador de energia e outro com o sistema de distribuição para garantir a conexão. Para garantir a segurança, ambos os fornecedores precisam estar registrados na Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

Entenda o processo de negociação

Por ser um ambiente livre, o contrato com o gerador ou comercializador é feito durante os leilões realizados pela CCEE sob supervisão da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Nos leilões,os preços e acordos são debatidos pelas partes interessadas. Com isso, os dois contratos mencionados anteriormente, de distribuição e conexão, são firmados entre usuário e permissionária. Neste momento, são estabelecidas todas as responsabilidades e necessidades para que a migração aconteça com sucesso, como implantação e manutenção de instalações.

Para garantir a segurança da negociação, o registro e administração de todos os contratos são feitos pela CCEE, que facilita o processo por meio de uma plataforma online. Nela, todo o processo de registro e negociação de documentos acontece. A validação de contrato costuma acontecer em até 7 dias úteis após o registro do consumo. Esta solução da CCEE facilita ainda mais a negociação, já que permite que os contratos comerciais de compra e venda de energia sejam formalizados mesmo com diferenças geográficas. Sendo assim, um consumidor da região Nordeste pode comprar energia de um agente localizado no Sul.

Como adotar a melhor estratégia na negociação

Como o setor permite maior liberdade de escolha, o consumidor livre consegue definir uma estratégia que seja adequada ao seu perfil e eficaz para a sua empresa. Deste modo, perfis mais conservadores conseguem desfrutar dos benefícios do mercado livre com estratégias mais seguras, que normalmente contam com contratos a longo prazo que garantem alta previsibilidade.

No caso de clientes com um perfil arrojado, a negociação pode trazer maiores benefícios, como valores mais atrativos. Assim, as diferenciadas oportunidades de compra possibilitam a contratação de um volume de energia menor do que o necessário a longo prazo. Neste caso, o complemento de energia necessária é contratado a curto prazo.

A negociação ainda permite outras alternativas de compra, como utilizar derivativos de compra futura e contratos com desconto ou consumo flexível. Deste modo, o contratante consegue reduzir os riscos do negócio.

Mesmo assim, é sempre importante ressaltar que toda a negociação é feita direto com o fornecedor de energia durante o leilão para garantir o melhor ambiente para os envolvidos. A Copel Mercado Livre facilita o processo de negociação e migração para o Mercado Livre de Energia.

One Comment

  1. Quero Instalar uma certa quantidade de um sistema solar em um terreno, a principio isso geraria cerca de 130000 kw.
    Como faço com a parte regulatória para poder vender essa energia a terceiros?
    Ou ainda para quem poderia vender a energia gerada pelo meu sistema?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tamanho dos textos