Tem inúmeras formas de controlar os gastos com energia elétrica. A migração para o Mercado Livre de Energia é uma das maneiras que estão em pleno crescimento. O gerenciamento de energia também é uma estratégia que pode ser usada para entender o uso do insumo e, consequentemente, minimizar os gastos.

Como o Mercado Livre ainda é restrito a alguns grupos que contam com consumo de energia com maior demanda, o consumidor residencial está sempre em busca de forma de reduzir o custo da conta de luz. A boa notícia é que o Mercado Livre se mostra cada vez mais flexível, já que prevê a redução na demanda mínima de consumo para que novos grupos possam fazer a migração e aproveitar os benefícios do setor para 2021.

Enquanto a demanda não diminui, alguns consumidores residenciais podem se beneficiar de estratégias que muitas organizações implantaram para garantir ainda mais eficiência da energia – que hoje é aliada aos inúmeros pontos positivos oferecidos pelo Mercado Livre.

As alterações mais realizadas pelos consumidores residenciais que buscam a redução são a troca de luminárias e ares condicionados por opções mais econômicas. Sem dúvida, estas atitudes podem ser muito benéficas, mas existem outras estratégias eficientes.

A substituição de alguns equipamentos por versões mais modernas podem, em um primeiro momento, parecer um custo extra. A longo prazo, são uma opção extremamente eficaz por apresentar maior eficiência energética e prolongar a vida útil dos objetos, que ainda ganham maior performance! Seja estes equipamentos de iluminação, climatização ou de infraestrutura, ele ainda precisam de uma outra atenção: manutenção. Fazer esse serviço de forma produtiva pode gerar um consumo de energia de até 10%.

Outro ponto de atenção é o fator de potência, que deve sempre estar dentro de alguns limites para não gerar multas e gastos desnecessários.

Por fim, é importante administrar o consumo em horários de pico. Para isso, algumas atitudes podem ser tomadas, como incluir geradores para determinada faixa de horário e otimizar o consumo com base no melhor modelo tarifário.

Todas as ações descritas acima ganham ainda mais eficiência quando aliadas a uma adequação na demanda contratada, além de entender os benefícios dos ambientes de contratação. Esta análise faz parte da migração para o Mercado Livre de Energia, que oferece tarifas vantajosas, previsibilidade dos gastos e possibilidade de negociação.

Assim, é possível minimizar o desperdício de energia, reduzir custos e riscos, ganhar competitividade e ainda ser mais sustentável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tamanho dos textos