Estudo da Abraceel avalia o crescimento do mercado livre de energia em 2021 e indica perspectivas para 2022. Setores de Serviço e Comércio puxam retomada no consumo e ampliam participação do mercado livre na demanda de energia.

Levantamento da Associação Brasileira de Comercializadores de Energia (Abraceel) registra a migração de 5.047 unidades consumidoras para o Ambiente de Contratação Livre (ACL) em 2021. O crescimento de 25% das unidades no mercado livre vem acompanhado de uma movimentação recorde de contratos, somando R$ 162 bilhões – em 2020 foram negociados cerca de R$ 122 bilhões.

O aumento de unidades também resulta em um crescimento no consumo no mercado livre – em 2021 o consumo atingiu 22.843 MW médios, 13% de crescimento em comparação com o dado de 2020. Os seguidos aumentos das tarifas de eletricidade verificados ao longo de 2021 no mercado regulado contribuíram para o aumento no número de migrações de consumidores ao mercado livre.

O crescimento visto no consumo de energia elétrica foi puxado pela recuperação de setores como Comércio (30%) e Serviços (31%), em uma sinalização de melhora econômica após o controle sanitário da pandemia de Covid-19. Com o crescimento registrado em 2021, a participação do mercado livre no consumo total de energia no Brasil chegou a 34%.

As fontes renováveis também merecem destaque no mercado livre em 2021, com sua representatividade chegando a 48%. Nesse cenário, as fontes de energia de biomassa direcionaram 74% de sua geração ao mercado livre, já as Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs), 57%, fontes eólicas, 38% e as fontes solar-fotovoltaicas, 19%.

Cenário em abril de 2022

Os dados mais recentes sobre o desenvolvimento do mercado livre de energia no Brasil indicam uma continuidade do crescimento visto em 2021. Entre abril de 2021 e abril de 2022 o mercado registrou um crescimento de 23%, com destaque para uma recuperação mais intensa do consumo industrial no Brasil.

Para o restante do ano a expectativa é de continuidade dos bons resultados no mercado livre. O ciclo hidrológico positivo dos últimos meses indica alguma estabilidade nas condições de geração e preços de eletricidade, de forma a aumentar a liquidez no mercado e proporcionar oportunidades de contratação de longo-prazo no Ambiente de Contratação Livre. Para consumidores associados ao mercado livre, é importante aproveitar oportunidades em que o quadro de contratação de fornecimento de longo-prazo apresenta preços mais competitivos, garantindo economia e previsibilidade para os anos seguintes.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?