A energia está amplamente interligada com os conceitos de sustentabilidade. Com isso, as empresas precisam estar atentas e se adaptar às mudanças climáticas, incluindo práticas de cuidado com o meio ambiente em suas rotinas.

No intuito de fortalecer o compromisso com o meio ambiente, é preciso adotar iniciativas de geração de energia renovável, como sugere os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estipulados pelas Nações Unidas. Para garantir essa produção responsável, existem alguns certificados de energia renovável, como o REC e o I-REC.

Ambos buscam trazer diversos benefícios para os consumidores que vão muito além dos conceitos de sustentabilidade.

REC (Renewable Energy Contracts)

Os contratos de energia renovável, também conhecidos como REC (Renewable Energy Contracts) é uma forma de oferecer energia renovável no mercado livre. Com este contrato, a geração de energia mais sustentável é garantida com base no consumo do cliente.

As empresas que optam pelo contrato REC têm a certeza de que estão adotando medidas em prol do meio ambiente. Já que é certo que a energia recebida será gerada por fontes renováveis específicas, como eólicas, hidrelétricas ou solares. Ou seja, a atitude minimiza os gases de efeito estufa provenientes da geração de energia por meio de fontes não renováveis. Com isso, as empresas podem retirar de seus Inventários de Emissões de Gases de Efeito Estudo as emissões de Escopo 2.  

I-REC (International Renewable Energy Certificates)

Os certificados internacionais de energia renovável, conhecidos como I-REC (International Renewable Energy Certificates) garantem a procedência da energia oferecida. Estes títulos não precisam ter uma ligação direta com contratos de fornecimento de energia específico. Mas certificam que a eletricidade fornecida e consumida é proveniente de fontes renováveis.

Assim como funciona com o REC, as empresas que decidem contratar o I-REC também neutralizam as emissões de Escopo 2, que dizem respeito às emissões indiretas pelo consumo de energia.

As empresas de geração de energia que desejam gerar certificados de energia renovável dentro do I-REC Standard, padrão internacional adotado no Brasil, precisam seguir alguns pontos. Como estar legalmente instalado e em operação, estar relacionado ao Sistema Interligado Nacional (SIN) e gerar energia com fontes renováveis. Além disso, a empresa em questão não pode ter dupla contagem ou duplo beneficiário dos atributos ambientais de renovabilidade de energia e deve estar registrada na plataforma I-REC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tamanho dos textos